Author Archives: Scheilla Gumes

III Encontro de Cheganças da Bahia

Vamos companheiros! Vamos lá chegar!!

A Associação Chegança dos Marujos Fragata Brasileira agita Saubara, pequena cidade do recôncavo baiano, com os preparativos para realizar a terceira edição do Encontro de Cheganças da Bahia que acontecerá nos dias 7 e 8 de agosto de 2015. Na programação, debates, desfile de dez grupos entre locais e convidados (Saubara, Jacobina, Cairu, Camaçari, Taperoá, Remanso) pelas ruas da cidade, apresentação palco principal. [MAIS DETALHES ABAIXO]

O Encontro de Cheganças da Bahia, em sua terceira edição, é um dos mais importantes espaços para o fortalecimento da cultura popular na Bahia. Todos que participam diretamente reconhecem a magnitude que esta manifestação para a Cultura Nacional.

“São mais de duas dezenas de grupos espalhados em todo Estado. Com esse movimento, busca-se incentivar a permanência da tradição das Cheganças na Bahia”, diz Rosildo Rosário, coordenador geral do evento. Os grupos em suas apresentações, retratam fatos históricos de forma lúdica que transmite para o observador a sensação de estar no mar. Nesse dia Saubara se “enche de canto como se fosse as ondas desse mar imaginário”.

A Iniciativa foi premiada no Edital de Concurso Publico nº 01/2014 – PRÊMIO DE CULTURAS AFRO-BRASILEIRAS”, realizado pela Fundação Cultural Palmares e Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural/MinC”e conta também com o apoio financeiro do Governo do Estado da Bahia e do Centro de Culturas Populares e Identitárias- CCPI, através do Fundo de Cultura do Estado da Bahia, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia por meio do Edital nº 11/2013 – Culturas Populares.

Patrimônio Cultural – Em 2013 foi feito pela Associação Chegança dos Marujos Fragata Brasileira o pedido de Registro dos grupos como Patrimônio Cultural da Bahia. O processo foi aberto e está em andamento. Encontra-se em fase de estudo e elaboração do dossiê para inscrição no Livro de Registro Especial das Expressões Lúdicas e Artistícas.

A Chegança ou Marujada é considerada uma “dança dramática”. Essa expressão foi popularizada por Mário de Andrade e é o nome genérico com que os folcloristas brasileiros designam os grandes bailados populares que se baseiam num assunto e tem na sua maioria, partes faladas e representadas, como é o caso das Cheganças e Marujadas.

Grande número das nossas danças-dramáticas dividem-se estruturalmente em duas partes bem definidas: um cortejo coreográfico, com que o grupo representador se locomove pelas ruas, ao som de cantos vários habitualmente chamados de cantigas e uma parte dramática, entremeando elementos falados, danças e cantos, geralmente chamada de embaixadas. Entre as peças do cortejo, ou não-dramáticas, figuram tradicionalmente louvações, despedidas e cantos de marcha. Os bailarinos-atores são dirigidos por um chefe, quase sempre denominado Mestre que além de orientar o conjunto, representa, na maioria dos casos, um dos principais papéis. (Alvarenga 1955 p9).

Veja os melhores momentos:

I Encontro de Cheganças – Saubara, 2013

II Encontro de Cheganças, Saubara, 2014

PROGRAMAÇÃO COMPLETA:

DIA HORA ATIVIDADE LOCAL
07/8 19h Roda de Conversa Os mestres Cheganceiros da Bahia. Exibição documentário Cheganças de Mouros, Bahia singular e Plural. Sede da Chegança. Rua Boca da Mata, s/n. Saubara-Ba
08/8 9h Roda de Conversa: os mestres das Cheganças e o Estado “Cheganças/ Marujadas Patrimônio Cultural da Bahia Sede da Chegança. Rua Boca da Mata, s/n. Saubara-Ba
08/8 15h Desfile dos Grupos pelas ruas da cidade Ruas da cidade até o Largo da Amendoeira
08/8 16h Apresentação palco principal Rua da Amendoeira, Ponto de embarque

Saiba mais:

I Encontro –

II Encontro –

Marujadas – Bahia Singular e Plural https://www.youtube.com/watch?v=HSmUy72ezWQ

SERVIÇO:

O quê: III Encontro de Chegança da Bahia
Quando: 7/8 (19h) e 8/8 de 2015 (9h às 21h)
Onde: Saubara- Bahia
Custo: Gratuito
Mais informações: www.marujadadesaubara.org.br
Contatos: chefrabra@gmail.com
Coordenação: Rosildo Rosário 75 81620604/91195426
Produção: Luciana Barreto 75 91478507
Produção executiva: Eliege Santiago 71 82795325

Novo!! Vídeo e fotos do II Encontro

Depois de se emocionar com essas fotos e de se recordar de como foi o II Encontro de Cheganças da Bahia em 2014, você ainda está em dúvida se vai a Saubara nos dias 7 e 8 de agosto de 2015, quando acontecerá o III Encontro de Cheganças?

Você nunca foi e ainda não entendeu o que é Chegança ou Marujada? Veja aqui uma rápida amostra do que aconteceu no Encontro do ano passado e se prepare para viver de perto essa emoção no próximo Encontro, dias 7 e 8 de agosto de 2015 –>

Vídeo oficial – Melhores momentos do II Encontro de Cheganças da Bahia.

III Mostra do Samba de Roda de Saubara

Venha e colabore com os Sambadores e Sambadeiras de Santo Amaro, vítimas da enchente provocada pelas chuvas de 11 de abril. Doe1kg de alimento não perecível e ganhe um CD de Samba de Roda. O pessoal do Ponto de Cultura da Chegança em Saubara está recebendo as doações.

Veja a programação da III Mostra do Samba de Saubara.

III Mostra do Samba de Roda de Saubara

Circuito do Samba de Roda do Recôncavo Baiano

O Circuito do Samba de Roda do Recôncavo Baiano tem abertura dia 18 de abril (sábado), em Saubara, Bahia. A festa começa às 14h, com uma Roda de Conversa entre Sambadores e convidados, na Sede da Chegança dos Marujos Fragata Brasileira (R. Boca da Mata, 1). Nesse momento, os sambadores e sambadeiras atendem o público e dão mostras de toques e danças do samba de roda baiano.

Em seguida, às 15h, os grupos Samba das Raparigas, Samba de Vovô Pedro (Saubara), Samba Filhos da Barragem, Samba Capim de Cela (Cachoeira) e Samba Chula de São Braz (Santo Amaro) se apresentam na Praça 13 de junho.

A programação é gratuita e aberta ao público. O Circuito segue até julho e prevê a circulação de grupos de samba em mais três localidades – Santiago do Iguape, Acupe, Cruz das Almas. Os mais de 20 grupos de samba que participam do Circuito compõem uma mostra dos diversos ritmos do samba de roda: a chula, o samba corrido, o de caboclo, de desafio, dentre outros.

O Circuito do Samba de Roda do Recôncavo Baiano em 2015 é parte do conjunto de atividades que festejam os 10 anos de conquista do título conferido pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a educação, a ciência e a cultura) de “Obra-Prima do Patrimônio Oral e Imaterial da Humanidade”.

É realizado com patrocínio do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura do Estado da Bahia, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia”, por meio do Edital 08/2013 – Territórios Culturais e parceria da Associação de Sambadores e Sambadeiras do Estado da Bahia, Rede do Samba de Roda e Associação Chegança dos Marujos Fragata Brasileira.

Histórico – A primeira edição do Circuito do Samba de Roda do Recôncavo Baiano aconteceu em 2008. Mais de 30 grupos percorreram nove cidades baianas: Irará, Saubara, Santo Amaro, Terra Nova, Vera Cruz, Maracangalha, São Sebastião do Passe, Conceição da Almeida e Antônio Cardoso. Foram realizadas Assembleias e apresentações dos grupos locais, em um processo crescente de mobilização.

Saubara, a primeira anfitriã do Circuito do Samba de Roda do Recôncavo Baiano, em 2015, é um reconhecido celeiro de manifestações culturais. As festas de julho, as Cheganças, a renda, o artesanato em palha, o dendê… Surpreende também pelas belezas naturais. Fica próxima à foz do Rio Paraguaçu, em uma região que reúne praias de areias alvíssimas, falésias, áreas de manguezais e de Mata Atlântica com rios e cascatas.  Seu nome tem origem indígena. Vem de “Sauvara”, que, por sua vez, vem da palavra saúva, as formigas predominantes na cidade. Por ser colonizada por espanhóis, sofreu a variação para Saubara, seu nome atual.

Contato para entrevistas e outras informações: (75) 8178 1891 /(75) 9147 8507

ABERTURA DO CIRCUITO DO SAMBA DE RODA DO RECÔNCAVO BAIANO
Resumo da programação – GRATUITA – em Saubara, 18 de abril de 2015 (sábado)

Data/hora Atividade Local
14h Roda de conversa entre sambadores e convidados. Mostra de toques e danças Sede da Chegança dos Marujos (R. Boca da Mata, 1, Centro)
15h Apresentações públicas: Samba de Roda de Vovô Pedro e Samba de Roda das Raparigas (Saubara); Samba de Roda Filhos da Barragem e Samba de Roda Capim de Cela (Cachoeira); Samba Chula de São Braz (Santo Amaro) Praça 13 de junho

 Ver cartaz!

Ponto de Memória

A Associação Fragata Brasileira realiza o projeto Cheganças e Marujadas revitalizando a cultura de Saubara.
Na sede, localizada na Boca da Mata, em Saubara, o grupo realiza oficinas de chegança, samba de roda, máscaras e artesanato.
O projeto viabiliza também apresentações para toda a cidade.
cartaz_vetor3

Êta, marujada!

A Associação Chegança dos Marujos Fragata Brasileira realiza, em Saubara, o lançamento da coletânea Êta, Marujada! que apresenta vídeo documentário, catálogo, site e CD. Os produtos são fruto do projeto Registrando as Marujadas de Saubara e serão apresentados no dia 1 de agosto de 2014, às 18h, na Praça 13 de junho, em Saubara.

Realizada com patrocínio da Petrobras, a coletânea, retrata as histórias e características dos três grupos existentes no município: Chegança dos Marujos Fragata Brasileira, Chegança de Mouros Barca Nova Masculina e Chegança de Mouros Barca Nova Feminina. O Projeto documenta o conhecimento de mestres e mestras dedicados a essa tradição.

Até então, todo esse conhecimento era transmitido oralmente, de pai para filho. “Uma coisa me chama atenção: como essas pessoas, homens e mulheres, sabiam todas aquelas músicas? Quem os tinha ensinado? Quem as inventou? Quem as ritmou?”, diz Rosildo Rosário, coordenador geral do projeto.

O material apresentado resulta de um significativo exercício de coleta, baseado em entrevistas aos mestres e mestras das cheganças e a moradores da cidade, além da busca de referências presentes em publicações históricas. Para a jornalista Scheilla Gumes, organizadora do catálogo, a dinâmica da pesquisa teve como diferencial ser realizada por moradoras de Saubara, que se dedicaram a olhar para os mestres e suas histórias, com olhos de pesquisador.

II Encontro de Cheganças da Bahia – nove grupos de chegança de seis municípios baianos participam do lançamento da coletânea, concretizando, em paralelo, a agenda do II Encontro de Cheganças da Bahia. Além de promover o encontro propriamente dito, o evento reúne mestres e mestras de chegança, que dão continuidade ao debate sobre o reconhecimento da manifestação como patrimônio imaterial da Bahia.

Chegança – é a encenação, cantada e falada, de uma luta que acontece dentro de uma embarcação em alto mar. O universo mítico em que se desenrola a narrativa é o da marinha de guerra. A versão mais comumente encontrada sobre suas origens a descreve como uma encenação de luta entre mouros e cristãos que acontece dentro de um barco.

Fortemente marcada pela religiosidade, a principal apresentação do ano está, em geral, vinculada à festa do padroeiro da sua cidade. No caso de Saubara, São Domingos de Gusmão é o homenageado. No dia da festa, 4 de agosto, os marujos caracterizados entram na Igreja e participam da missa.

Programação:

Dia, hora Atividade Local
1/8 (sexta), 15h Roda de conversa com os mestres da Chegança Rua Boca da Mata (sede da Fragata Brasileira)
1/8, 18h  Êta, Marujada! lançamento do vídeo documentário, catálogo e CD   Praça 13 de junho
2/8, 15h às 20h Desfile dos grupos convidados e apresentação Pelas ruas da cidade. Chegada no Largo da Amendoeira
4/8, 12h Apresentação dos grupos de Saubara Igreja de São Domingos de Gusmão

 

Serviço

O que: Lançamento coletânea Êta, Marujada! e II Encontro de Cheganças da Bahia
Quando: 1 e 2 de agosto de 2013
Local: Saubara, Bahia

Ficha técnica resumida:

Coordenador Geral: Rosildo do Rosário

Catálogo: 20,5X20,5cm, capa dura, 136 p.
Organizadores: Scheilla Gumes e Rosildo Rosário
CD:

Direção Musical: Rosildo Rosário
Gravação e Mixagem: Tadeu Mascarenhas – Estúdio Casa das Máquinas
Vídeo documentário: 63 min, filmado em HD

Direção: Isolda Libório
Site:
Webdesign: Márcia Cruz

Contatos para entrevistas:

Rosildo Rosário: 75 9119 542675 9119 5426 | Scheilla Gumes: 71 9264 460671 9264 4606 | Isolda Libório: 71 9346 390071 9346 3900