Tecendo Redes

Durante os meses de janeiro e fevereiro, as Cheganças, Marujadas e Lutas de Mouros e Cristãos vão às ruas em 14 cidades da Bahia, respeitando todo o protocolo de proteção contra a Covid-19.

No 31 de dezembro aconteceu a tradicional saída da Marujada de Curaçá. Nesse final de semana, dia 9, é o momento de Jacobina, na Praça da Missão. Já no domingo, dia 10, a Chegança de Cairu alegra seu povo e a Marujada da Chegança se apresenta em Bom Jesus da Lapa.

Nas próximas semanas acontecerão as apresentações da Marujada do Mangal (Sítio do Mato), Lutas entre Mouros e Cristãos (Caravelas, Prado e Alcobaça), Marujada de São Benedito (Paratinga), Chegança de Mouros de Taperoá, Marujada do Divino Espírito Santo (Andaraí), Marujada Barcas em Rios (Lençóis) e a Marujada de São Benedito, também do Prado.

Esse ano, as apresentações acontecem no contexto do Projeto Tecendo Redes com o apoio financeiro do Estado da Bahia por meio da Secretaria de Cultura e do Instituto do Patrimônio Artístico Cultural –IPAC (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

As Cheganças, Marujadas e Luta de Mouros e Cristãos são inscritas no Livro de Registro Especial de Expressões Lúdicas e Artísticas da Bahia. Isso as torna Patrimônio Imaterial da Bahia.

O Projeto Tecendo Redes busca valorizar e celebrar esse patrimônio que faz parte da vida de seus integrantes há muitas gerações. As ações do projeto colaboram também para a promoção, divulgação e valorização dos grupos junto ao público mais amplo, local, nacional ou internacional.